Aniversário de São Paulo será marcado pelo evento “Maratona Diária pela Vida”

Dia mundial sem carro 2016 (1) - Berrini_preview

Objetivo é mudar a realidade da via que dá acesso aos oito institutos que integram o Hospital das Clínicas

Reconhecer o pedestre como protagonista da cidade, gerando qualidade de vida e sustentabilidade, é a principal meta do “Maratona Diária pela Vida”, que acontecerá em São Paulo, no dia 25 de janeiro de 2018, na Avenida Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, das 10h às 17h. A via dá acesso a quase oito institutos do complexo do Hospital das Clínicas (HC) da USP e foi pouco pensada para as pessoas que circulam diariamente no local. Seja para atendimentos de emergência, consultas, acompanhamento de parentes ou realização de exames, todos sofrem com a má conservação das calçadas, o trânsito de carros que prejudica o acesso das ambulâncias, a falta de banheiros públicos e a pouca oferta de locais para comer. O problema é ainda mais grave se considerar que boa parte do movimento é de pessoas com mobilidade reduzida.

Resultado de uma parceria que envolve o HC e a Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), o evento visa repensar a mobilidade do entorno da Avenida, que registra a circulação anual de mais de um milhão e meio de pessoas em busca de consultas e exames em um dos institutos do complexo do Hospital das Clínicas.  “Será o começo de uma grande mudança bem no coração do maior complexo hospitalar da América Latina”, destaca a urbanista Carolina Guido, co-fundadora da Urb-i, ao ressaltar que a dificuldade de acesso se estende também aos acompanhantes dos pacientes e aos profissionais da saúde.  Isso porque as calçadas são estreitas, não há área de permanência e os bancos para descanso são raros.

No dia do aniversário de São Paulo, o fluxo de veículos será restrito apenas às ambulâncias, segundo um dos organizadores do evento, Marcio Nigro. “As vagas de estacionamento se tornarão espaços de convívio e de atividades para as pessoas; parte da rua será usada como uma ampliação das calçadas, tornando-as maiores e confortáveis. Também haverá atividades de lazer e saúde, além de food trucks e banheiros públicos. Tudo será feito com cones, plantas e materiais fáceis de serem removidos”, explica.

Durante o evento, serão coletados dados e, posteriormente, testadas as mudanças propostas por um time de urbanistas em parceria com a CET. Após os testes e observações, o segundo passo é desenvolver o projeto temporário, em que as melhorias são feitas com material leve e duram de 1 a 2 anos. Só depois é que as mudanças permanentes são projetadas e saem do papel. “Essa metodologia é o urbanismo tático, que vem sendo usada com sucesso em transformações urbanas ao redor do mundo”, finaliza Carolina.

A ideia do evento surgiu na Virada da Mobilidade de 2017, após a exibição do documentário ‘Dis’Mobilidade Urbana, realizado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP e a Faculdade de Medicina da USP. O filme, premiado no Mobifilm 2017, mostra os problemas enfrentados por quem circula pela Dr. Enéas. (https://www.youtube.com/watch?v=J4U3_JiYpk4&t=1s)

Além do HC, FMUSP, Caronetas e URb-i, organizam o evento o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, o Instituto de Medicina Física e Reabilitação (IMREA) e o Instituto Cidade em Movimento (IVM).

Realização:

 Caronetas & wiimove

O Caronetas – caronas inteligentes – é idealizador da Virada da Mobilidade e desde 2017 tem a plataforma wiimove como principal produto de mobilidade corporativa. A sua missão é integrar a carona outras alternativas de transporte público ou privado, criando escolhas inteligentes e sustentáveis que reduzem os custos de transporte de empresas e usuários.

www.wiimove.com.br

Faculdade de Medicina da USP

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) é reconhecida por sua atuação nos âmbitos de ensino, pesquisa e extensão universitária. Oferece graduação em Medicina, Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, mesclando educação, pesquisa e assistência à saúde. A pós-graduação é em diversas áreas do conhecimento. O Sistema Acadêmico de Saúde da FMUSP-HC é o mais antigo sistema de saúde universitário brasileiro. Seu principal objetivo é oferecer ensino, pesquisa e atividades de cultura e extensão, com ênfase na multidisciplinaridade e na multi-institucionalidade.

www.fm.usp.br

 IEA-USP

Fundado em 1986 na Universidade de São Paulo, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) dedica-se à pesquisa e à discussão de questões científicas, tecnológicas, das humanidades e das artes, bem como à análise e proposição de políticas públicas essenciais para o desenvolvimento do país. Interdisciplinar, o IEA-USP não oferece cursos de graduação ou pós. Sua atuação se dá por meio de grupos de pesquisa e de estudo, cátedras temáticas e pelos professores visitantes.

www.iea.usp.br

 IMREA HC FMUSP

 O Instituto de Medicina Física e Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, o IMREA HCMUSP, foi inaugurado em 13 de janeiro de 1975. Atualmente, o IMREA é constituído por cinco unidades: Clínicas, Vila Mariana, Umarizal, Lapa e Morumbi. Em maio de 2008, o Governo do Estado de São Paulo, por meio das Secretarias da Saúde e a então recém-criada Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, criou a Rede de Reabilitação Lucy Montoro e as unidades do IMREA passaram a pertencer à Rede. Atualmente, a instituição conta com 17 unidades em funcionamento em todo o Estado. O IMREA coordena o Comitê Gestor da Rede de Reabilitação Lucy Montoro.

IVM

O Instituto Cidade em Movimento, IVM, é uma associação sem fins lucrativos dedicada à pesquisa e ações em Mobilidade Urbana. Com mais de 17 anos de atuação, o IVM entende que a mobilidade é um tema social e não apenas uma questão de transporte. O seu objetivo é acompanhar as transformações dos centros urbanos em todo o mundo com foco na escala humana. Para isso, se concentra na produção de pesquisas, publicações, exposições e seminários abertos ao público sobre a qualidade do espaço público da mobilidade, intermodalidade e direito à informação, tempo e qualidade dos deslocamentos.

Hospital das Clínicas da FMUSP

O Hospital das Clínicas é um dos principais centros brasileiros de produção e difusão de conhecimento técnico-científico e centro de excelência em ensino, pesquisa e assistência à saúde da população. O complexo é formado por oito institutos (Instituto do Câncer, Instituto Central, Instituto do Coração, Instituto da Criança e do Adolescente, Instituto de Medicina Física e Reabilitação, Instituto de Ortopedia e Traumatologia, Instituto de Psiquiatria e

Instituto de Radiologia), dois hospitais auxiliares (Cotoxó e Suzano), Laboratórios de investigação médica, unidades especializadas e áreas de apoio, além da Escola de Educação Permanente.

 Urb-i

 A Urb-i: Urban Ideas é uma start-up de projetos urbanos com foco no pedestre, que tem como propósito melhorar os espaços públicos da cidade. Com experiência em desenho urbano, a empresa utiliza o placemaking e o urbanismo tático para envolver a sociedade e realizar as transformações. Em setembro de 2017, o projeto da Urb-i foi implantado na rua Joel Carlos Borges com o apoio da Prefeitura de São Paulo e outras organizações.

Site Urb-i: www.urb-i.com

Projeto rua Joel: www.urb-i.com/rua-joel