ASSEFAZ em Movimento

Logo_35_anos (1)

Em comemoração aos seus 35 anos, a Fundação Assefaz (Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda) promove no próximo dia 18 de setembro uma caminhada ao ar livre, com alongamento com profissionais especializados, aula de dança e distribuição de brindes.

O evento que faz parte da Campanha Assefaz em Movimento, que ocorre em nível nacional, vem para promover a conscientização sobre a importância da atividade física e boa alimentação.

Beneficiários, conveniados  e o público geral se concentraram as 09h30, em frente ao Parque Trianon, na Avenida Paulista.

Caminhada ao ar livre – Assefaz em Movimento

Data: 18/09/2016 (domingo)

Horário: 09:30

Local de realização: Concentração – Avenida Paulista, altura do n° 1500 – em frente ao Parque Trianon

Participe!

Desafio Multimodal 2016

O desafio tem por objetivo estimular a intermodalidade na cidade. Nossa proposta é fazer com que o usuário experimente utilizar no mínimo 3 modais para chegar a um destino comum partindo das 4 zonas da cidade. Foram escolhidos os principais parques de cada uma das regiões (norte, sul, leste e oeste) como ponto de partida, e o destino será o Conjunto Nacional. De cada região partirão de 2 a 3 equipes, com um participante de mobilidade reduzida, para que possamos avaliar como está a acessibilidade na cidade (afinal um dos princípios da mobilidade urbana é o acesso universal). Cada competidor será acompanhado por uma equipe de filmagem que gravará as escolhas e dificuldades do percurso.

Este ano teremos uma participação especial mais que especial de pessoas com  deficiência ou restrição de mobilidade

Envolvidos 32 a 40  participantes, divididos em duplas

Modalidades disponíveis

  • A pé – mínimo 100m e máximo até 1,0 km
  • Táxi – máximo R$ 10,00 (App EasyTaxi)
  • Metrô/Trem– Bilhete único
  • Ônibus – Bilhete único
  • Carona – máximo 4 km ( com App Caronetas)
  • Bicicleta locada avulsa
  • Bicicleta dobrável
  • Skate (2 participantes)
  • Patins (Um participante)

Roteiro

Dos 4 parques estaduais da cidade até o Conjunto Nacional ( Avenida Paulista)

  • ZONA NORTE: Parque da Cantareira

 Parque da Cantareira

  • ZONA LESTE: Parque Ecológico do Tietê

Parque ecologico do Tiete

  • ZONA SUL: Parque Estadual Guarapiranga (Sairemos da Av Atlantica 1100)

Guarapiranga

  • ZONA OESTE: Parque Villa-Lobos

Vila lobos

 

  • Apenas 3 modalidades serão sorteadas de forma a serem obrigatórias no percurso do participante.
  • Todos os participantes levarão consigo um smartphone com aplicativos de Carona, Taxi, Google e medidores de caloria  instalados.
  • As modalidades serão sorteadas na sexta feira dia 18 de setembro, em local a definir, e informadas aos participantes.
  • Cada grupo será filmado por uma câmera portátil e ao final serão editados todos os vídeos e publicados no Youtube, de forma a ilustrar as experiencias de cada dupla nos trajetos
  • Regras para definição da Região com melhor mobilidade: Distância x tempo, conforto, modais disponíveis, atividade no percurso, segurança dos usuários.

 

inscreva-se2

 

Patrocínio Ouro

 Ford-logo-and-slogan.png      leve-me

Patrocínio Prata

FUND ALPHAVILLE - logo horizontal COR  ald

Apoio estratégico 

SPsemCARRO    CCN_logo

onsv.png   TEL logo_color_pos  

Logo-ParisVegas-sslogan  Logo_Final-01 

Pegcar Final Vertical.png  sem-titulo

mobifilm  Logo_35_anos (1)  leva eu

Logo 2016 grande (transparente)  Skate_logo_500  Logo_1  vela logocb

Apoio Institucional 

antp IVM_web ConexoesRioPinheiros__principal positivo_CMYK 

logo_abve  logo_itdp_JPG

Realização

 ey  caronetas_logo_1000  _010516_LOGO-SOBRATT_17_ANOS      

Co-Realização

 CIS14 Logo Branco       logo_nova cor

Agência de Mídia 

 True_Institucional

Apoio de mídia

logo-catraca-livre-horizontal-colorido-Virada2

Ressignificando espaços públicos de São Paulo

Quem esteve em São Paulo durante a inauguração da ciclovia na Avenida Bernardino de Campos, que veio acompanhada do fechamento da Paulista, da abertura do Mirante 9 de Julho e do novo espaço gastronômico ‘Cozinha SP’ na Praça dos Arcos, no dia 23,  viu um monte de espaços públicos serem ressignificados na cidade.

Segundo o prefeito Fernando Haddad, a ideia é que as 32 subprefeituras de São Paulo estabeleçam que uma de suas ruas sejam fechadas, aos domingos, para passeio. Os primeiros testes foram feitos em regiões centrais, mas a política pública também será instituída na periferia, “que é onde mais faltam áreas de lazer”, afirmou o prefeito. Por telefone, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura nos disse que a política ainda está sendo avaliada, mas que seu relatório deve ser divulgado assim que o estudo for consolidado.

Pode ainda ser cedo pra falar, mas já deu pra sentir uma mudança no astral dessas regiões da cidade. São Paulo, que sempre foi tida como hostil, parece ter mudado depois dessa ocupação de espaços públicos e um aumento no transporte ativo – o ciclismo, a caminhada, a corrida. Se você não esteve em nenhum desses lugares, basta ver as fotos: crianças aprendendo a andar de bicicleta, pessoas tomando Sol em plena Paulista, bandas tocando ao ar livre, transeuntes experimentando a comida da primeira cozinha comunitária da cidade e, no geral, cidadãos aproveitando a via pública para curtir o domingo. Quem não tem praia… tem Avenida Paulista!

Além da melhora do “astral” da cidade, o bom proveito de espaços públicos é muito importante para rompermos com o paradigma de fragmentação da cidade, uma noção adquirida depois do transporte motorizado individual ter dominado a locomoção viária. A ocupação das vias públicas volta a colocar na pauta o direito à cidade que, apesar de ser um direito civil como qualquer outro, caiu no esquecimento desde que os grandes centros urbanos cresceram e o desenvolvimento urbano e econômico passou a estimular o uso do carro individual e espaços fechados.

Vamos discutir a ocupação de espaços públicos (e mais várias outras pautas) durante a Virada! Acompanhe nossa programação e proponha a sua atividade.

 Participe também do Desafio Multimodal no dia 19/09. O desafio tem por objetivo estimular a intermodalidade na cidade. A proposta é fazer com que o usuário experimente utilizar no mínimo 3 modais diferentes para chegar a um destino comum partindo das 4 diferentes zonas da cidade. Inscreva-se aqui!